Uma vida

entre ecrãs

Ecrãs que me perseguem

Passamos o dia a olhar para ecrãs digitais. Como é que isto afecta os nossos olhos?

Pixels, pixels e mais pixels

Os nossos olhos não foram desenhados para estar a ver milhões de pixels durante todo o dia. As imagens que vemos nos ecrãs dos nossos telemóveis, tablets ou laptops costumam ser demasiado pequenas e às vezes muito pixelizadas e isto faz com que os nossos olhos se esforcem para focar.

E a luz azul

Chamamos “luz azul” a um tipo de luz que provém do Sol, mas também de fontes de luz artificial, como a dos ecrãs digitais ou as luzes fluorescentes. O olho humano absorve este tipo de luz de um jeito muito intenso. A luz azul é benéfica para os nossos olhos se a recebemos com moderação, porque ajuda a regular o relógio interno do corpo e a melhorar a lucidez. Mas a sobre-exposição à luz azul-violeta pode gerar problemas oculares que aumentem o risco de degeneração macular associados à idade.

4

É o número de ecrãs digitais que, em média, uma pessoa utiliza por dia

7

h

É o tempo 6 em cada 10 pessoas passa, por dia, diante de ecrãs

89

%

É a percentagem de pessoas que se queixa de: olhos cansados, irritados, secos, visão desfocada

Proteja os seus olhos

Vivemos num mundo rodeado de conteúdos visuais. Temos muitas coisas interessantes para ver, criar e partilhar através dos ecrãs digitais dos nossos dispositivos. Quer use óculos ou não, este é o momento de proteger os seus olhos.